Grande Noite de Abertura do Cariri Cangaço São José de Belmonte

O Magnífico Castelo Armorial testemunhou a noite de abertura da chegada do Cariri Cangaço à terra da Pedra do Reino. Eram 20 horas e 30 minutos quando o estampido dos tradicionais bacamartes romperam o silêncio da noite do sertão pernambucano anunciando e celebrando a verdadeira alma nordestina. Sob o comando do mestre bacamarteiro Ernesto Carvalho a Associação dos Bacamarteiros Pedra do Reino abriu as festividades da aguardada grande noite de abertura do Cariri Cangaço São José de Belmonte seguidos da magistral apresentação da Banda Marcial João de Alencar Carvalho.
o
 Mesa Oficial de Abertura
A Mesa Oficial da Solenidade foi presidida pelo Prefeito Municipal Romonilson Mariano e sua esposa, pelo Curador do Cariri Cangaço, Manoel Severo, pelo Presidente da Câmara Municipal Kayson Pires, pelo Presidente da Comissão Local, Valdir Nogueira e ainda pelo Secretário de Turismo Jackson Carvalho , pelo representante da SBEC, Aderbal Nogueira, pelo Secretário de Cultura da cidade de Crato, Wilton Silva, pelo Secretário de Cultura de Exu, Rodrigo Honorato e pelo representante do Conselho Alcino Alves Costa, Archimedes Marques.
o
Após a execução do Hino Nacional Brasileiro o cerimonial convidou ao Conselheiro Cariri Cangaço, pesquisador paraibano Wescley Rodrigues para fazer a apresentação oficial do Cariri Cangaço aos presentes: "Particularmente esse ano de 2018 o Cariri Cangaço chegou de maneira inédita às capitais nordestinas, iniciando por Fortaleza, com um grande evento em Abril, em Junho novamente de maneira inédita contemplou o  município de Poço Redondo em Sergipe e inaugurou suas edições na Bahia com o emblemático município de Pedro Alexandre, a Serra Negra e para encerrar um ano espetacular é com muita honra que o Cariri Cangaço desembarca a partir da noite de hoje na querida e tradicional São José de Belmonte; a Terra da Pedra do Reino e de tanta história e tradição." Pontuou Wescley Rodrigues em suas palavras.
o
 Conselheiro Wescley Rodrigues e a apresentação do Cariri Cangaço
Os Salões do Castelo Armorial na abertura do Cariri Cangaço
Wescley Rodrigues:"encerramos um ano espetacular e é com muita honra que o Cariri Cangaço desembarca a partir da noite de hoje na querida e tradicional São José de Belmonte; a Terra da Pedra do Reino e de tanta história e tradição."
Cariri Cangaço através de Rangel Alves da Costa, Elane Marques, Rodrigo Honorato e Wilton Silva homenageia personalidades na noite de abertura. 
o
Logo em seguida foram convidados os Conselheiros Cariri Cangaço, Elane Marques e Rangel Alves da Costa e ainda os secretários de cultura de Crato, Wilton Silva e de Exu, Rodrigo Honorato, para passar às mãos de várias personalidades locais o Diploma de Amigo do Cariri Cangaço; receberam a honraria o Prefeito Municipal Romonilson Mariano, o Presidente da Câmara Municipal Kayson Pires, o Presidente da Comissão Local, Valdir Nogueira ,o Secretário de Turismo Jackson Carvalho , e o Secretário de Desenvolvimento Robério Carvalho.o
oo
 Conselheira Elane Marques e o Diploma ao Prefeito Romonilson Mariano
 Secretário de Cultura de Crato Wilton Silva sauda os Homenageados
 Wilton Silva e o Diploma ao Presidente Kayson Pires 
 Secretário de Cultura de Exu, Rodrigo Honorato e o Diploma ao 
Secretário Robério Carvalho 
 Conselheiro Rangel Alves da Costa e o Diploma ao Secretário Jackson Carvalho 
Conselheira Elane Marques e o Diploma ao pesquisador Valdir Nogueira
o
Em suas palavras o Prefeito Municipal Romonilson Mariano ressaltou a grande importância da realização do Cariri Cangaço em São José de Belmonte e afirmou que "enquanto estiver a frente da prefeitura o Cariri Cangaço terá o apoio da municipalidade". Já o Presidente da Câmara Municipal, vereador e poeta Kayson Pires, registrou com emoção e versos a grande festa do Cariri Cangaço em sua chegada a São José de Belmonte.
o
 
 Presidente da Câmara Municipal Kayson Pires
Prefeito Municipal Romonilson Mariano
Manoel Severo na abertura do Cariri Cangaço São José de Belmonte
o
Manoel Severo, curador do Cariri Cangaço conduziu na sequencia da solenidade falando da grande emoção de chegar à Terra da Pedra do Reino e afirmou "hoje realizamos um sonho acalentado ha muito tempo, pisar este solo sagrado, místico e cheio de tradição de São José de Belmonte..." Severo continuou sua fala ressaltando o grande e vital trabalho da Comissão Organizadora Local tendo a frente Valdir Nogueira, Clécio e Clênio Novaes, Edízio Carvalho e ainda o apoio da Prefeitura Municipal e das Associações; de Bacamarteiros e a Cultural da Pedra do Reino, concluindo e reafirmando com muita emoção a força e a tradição de Belmonte não sem antes deixar de ressaltar o trabalho "de um verdadeiro gigante, um louco, um apaixonado pelas coisas do sertão e da cultura armorial, o grande Clécio Novaes que com um espírito empreendedor incomum presenteia a todo o Brasil com um dos mais espetaculares patrimônios do sertão, o Castelo Armorial".
o
Prefeito Romonilson Mariano, Vereador Kayson Pires e Conselheiro Sousa Neto; São José de Belmonte:"Cidade sede do Cariri Cangaço"
o
A próxima etapa da solenidade marcou outro conjunto de importantes homenagens preparadas para a noite e teve seu prosseguimento com o curador do Cariri Cangaço Manoel Severo convidando ao Conselheiro Cariri Cangaço e Secretário de Cultura da cidade de Barro, escritor Sousa Neto para passar às mãos do Prefeito Municipal e do Presidente da Câmara o Título de Cidade Sede do Cariri Cangaço ao município pernambucano de São José de Belmonte.
o
 Clênio Novaes e Manoel Severo, homenagem ao Castelo Armorial
 Conselheiros Cristina Couto, Wescley Rodrigues e o Título de "Equipamento Imprescindível à Memória e Cultura do Sertão" ao Castelo Armorial
Clênio Novaes agradece a homenagem do Cariri Cangaço
o
Ato contínuo Manoel Severo convidou aos Conselheiros Cariri Cangaço; Cristina Couto e Wescley Rodrigues para a grande homenagem do Cariri Cangaço ao Castelo Armorial de São José de Belmonte. "Esse Patrimônio não pertence mais a Clécio Novaes, não pertence a Belmonte, nem a Pernambuco nem ao Brasil, pertence à humanidade, diante do tamanho de sua riqueza e significado histórico e cultural" revela Manoel Severo. Neste momento Wescley Rodrigues e Cristina Couto passaram às mãos de Clênio Novaes, irmão do  empresário e empreendedor Clécio Novaes construtor do castelo, o título de “Equipamento Imprescindível à Memória e Cultura do Sertão” ao Espetacular Castelo Armorial de São José de Belmonte
o
"Um convidado mais que especial nesta noite de abertura, um homem que estava à frente de seu tempo, um sertanejo que dignificou a verdadeira Alma Nordestina, um brasileiro apaixonado por sua origem, sua terra, sua cultura e sua gente: Ariano..."
 Dantas Suassuna, Juliana Pereira e Ivanildo Silveira
o
Ao final a última homenagem da noite, e prossegue Manoel Severo: "Temos um convidado mais que especial nesta noite de abertura, um homem que estava à frente de seu tempo, um sertanejo que dignificou a Verdadeira Alma Nordestina, um Brasileiro apaixonado por sua origem, sua terra, sua cultura e sua gente. É com muita satisfação que convidamos aos Conselheiros Juliana Pereira e Ivanildo Silveira   para prestarem esta Homenagem Especial ao mais nobre convidado da Noite: Ariano Suassuna e convidamos seu filho Manuel Dantas Suassuna para receber em nome de seu pai o Título de "Personalidade Eterna do Sertão", dessa forma Manoel Severo anunciou a entrega do Diploma à memória de Ariano Suassuna, recebido por seu filho Dantas Suassuna.
o
 Dantas Suassuna; filho de Ariano; recebe o Título concedido a seu pai:
 "Personalidade Eterna do Sertão"
Juliana Pereira faz a leitura do Título concedido a Ariano Suassuna
Ivanildo Silveira
o
Ainda dentro das homenagens ao imortal Ariano Suassuna, o Cariri Cangaço convidou a caricaturista e artista plástica gaucha, Eliane Giolo; pela primeira vez visitando o nordeste; para entregar a caricatura de "Ariano Suassuna no Cariri Cangaço Belmonte" a Dantas Suassuna, a entrega foi feita por Eliane Giolo e Ingrid Rebouças. "Hoje realmente é um noite de muitas emoções, a espetacular caricaturista gaucha, Eliane Giolo, já ha muitas tempo espera por participar de um Cariri Cangaço e hoje realiza seu sonho de maneira excepcional presenteando a Ariano Suassuna através de Dantas Suassuna" lembra Ingrid Rebouças.
o
 A artista plástica Eliane Giolo e a caricatura de Ariano Suassuna no Cariri Cangaço...
Dantas Suassuna recebe caricatura das mãos de Eliane Giolo e Ingrid Rebouças
o
Já Dantas Suassuna não contendo a emoção passou às mãos do Cariri Cangaço, através de seu curador Manoel Severo um exemplar da obra de seu pai: "Romance d'A Pedra do Reino e o Príncipe do Sangue do Vai-e-Volta" e um precioso missal da "Missa de Encantamento" de Ariano, que acontece anualmente na Ilumiara da Pedra do Reino. 
o
Dantas Suassuna presenteia Manoel Severo com a Obra de Ariano
o

A solenidade ainda marcou a homenagem do poeta e pesquisador da cidade sergipana de Propriá, Rossi Magne ao Cariri Cangaço e ao Café Patriota, uma iniciativa e parceria que marca na cidade de Fortaleza, no Ceará, o encontro entre a cultura e a gastronomia. 
o
Manoel Severo recebe homenagem de Rossi Magne
 
Para o encerramento da solenidade, o Presidente da Comissão Local do Cariri Cangaço, pesquisador e escritor Valdir José Nogueira foi o responsável pela apresentação a todos os participantes a conferência "A Força e a Tradição de São José de Belmonte", quando trouxe a todos os presentes a historia da formação de São José de Belmonte, passando por todas as fases e transições históricas, pelas principais famílias e seus fatos históricos com destaque especial para a Pedra do Reino.
o
 Anfitrião do grande Cariri Cangaço São José de Belmonte...
o"Quando decorridos 35 anos do movimento sebastianista da Pedra do Reino, no dia 24 de abril de 1873 o próspero povoado de Belmonte teve, com a criação da freguesia de São José de Belmonte, o seu território desmembrado do de Vila Bela. A Pedra do Reino, local das ocorrências de fanatismo, impôs-se, então, como marco divisório entre Belmonte, Vila Bela e Conceição do Piancó, no Estado da Paraíba. Em que pese a localização desse marco histórico e monumento natural no Município, desde sempre, a Pedra do Reino despertou o interesse da oficialidade municipal, através de ações para incorporá-la ao patrimônio Cultural de do município. O primeiro esforço, nesse sentido, partiu do coronel José Alencar de Carvalho. Quando prefeito, o mesmo utilizou a Pedra do Reino como símbolo oficial de São José do Belmonte e símbolo integrante da bandeira do município, criada por ele através da Lei Municipal nº 314, de 30 de dezembro de 1967.Hoje, não tem como associar o nome São José do Belmonte ao inconfundível marco histórico da Pedra do Reino, por isso o município ficou conhecido como 
 “Terra da Pedra do Reino”. 

Fotos de Ingrid Rebouças 
Cariri Cangaço São José de Belmonte
Noite de Abertura, Castelo Armorial
11 de Outubro de 2018

Imagens de uma Noite Memorável do Cariri Cangaço na terra da Pedra do Reino...
 




 
 
 
 
 
 
 
 

 
 
 
Cariri Cangaço São José de Belmonte 
"Mais que um Evento, um Sentimento"
Noite de Abertura
Fotos:  
Ingrid Rebouças
Louro Teles
Junior Almeida
Juliana Pereira
Noádia Costa