Água Branca

A Trilogia de Água Branca 2017 em Dia de Festa ! Por:Manoel Severo

Prefeito José Carlos recebe o Cariri Cangaço em Água Branca

Era sábado, dia 09 de setembro de 2017. A chuva fina e a neblina sob uma temperatura maravilhosa de 20ºC davam as boas vindas ao Cariri Cangaço Trilogia em Água Branca, numa das serras mais bonitas e acolhedoras de toda Alagoas. Era nossa segunda edição em terras de Água Branca e mais uma vez a festa para a realização do Cariri Cangaço extrapolou todas as expectativas, mantendo um publico extraordinário durante toda a programação.

A abertura do Cariri Cangaço 2017 em Água Branca aconteceu no auditório da Secretaria de Educação do Município - SEMED que ficou totalmente tomado pelo grande público que acorreu à solenidade, sendo necessário que um enorme numero de convidados precisassem acompanhar o evento fora das dependências do recinto."Realmente hoje temos um público que nos surpreende, sem dúvidas mostrando a força do Cariri Cangaço e a extrema organização da equipe municipal do prefeito Zé Carlos e do Conselheiro Edvaldo Feitosa, que festa sensacional" ressalta o pesquisador e escritor Archimedes Marques, Conselheiro Cariri Cangaço.

Um público extraordinário lotou as dependências da SEMED em Água Branca

Para um auditório lotado em primeira apresentação o coral da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição  executou uma composição do Conselheiro Edvaldo Feitosa em homenagem a cidade de Água Branca, emocionando a todos os presentes. Exatamente as 10 da manha a Cerimonialista Fayrust Grennick formou a Mesa oficial da solenidade quando a Filarmônica Santa Cecília executou os hinos, nacional e do município de Água Branca, realizando oficialmente a abertura do Cariri Cangaço Trilogia em Água Branca.

 Coral da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição
Cerimonial de Fayrust Grennick
Filarmônica Santa Cecília
 Conselheiro Cariri Cangaço Edvaldo Feitosa, coordenador do Trilogia em Água Branca
 Mesa Solene da Abertura do Cariri Cangaço Trilogia em Água Branca 2017

Fizeram uso da palavra as autoridades presentes; prefeito José Carlos, vice-prefeito Maciel Silva, a presidente da câmara municipal vereadora Tereza Costa, deputado estadual Gilvan Filho, entre outros que ressaltaram a realização da segunda edição do Cariri Cangaço em Água Branca. Para o prefeito José Carlos "é uma enorme honra realizar o Cariri Cangaço aqui em Água Branca o que nos enche de honra e satisfação". 

Para Maciel Silva, "Hoje estamos novamente recebendo o Brasil de Alma Nordestina aqui em Água Branca e isso é motivo de muita alegria, sejam todos muito bem vindos". Para o deputado Gilvan Filho "o trabalho que o Cariri Cangaço realiza é sensacional, parabéns a todos os organizadores, o nordeste precisa desse reconhecimento". Falaram também a Presidente da Câmara Municipal, vereadora Tereza Costa, a professora Zilda Lima, a escritora Elane Marques e professora Maria Stela Barros Lameira e os secretários municipais, Odir Siqueira e Heladjio Cardeal.

 Edvaldo Feitosa, Prefeito José Carlos, Vice-prefeito Maciel Silva e 
Deputado Estadual Gilvan Filho
Secretário Odir Siqueira, Vereadora Tereza Costa, Profa. Zilda Lima e 
Profa Maria Stela Barros Lameira
Secretário Heládjio Cardeal

Um dos pontos altos foi a entrega dos prêmios às melhores redações do Concurso Cariri Cangaço de Redação em Água Branca, que reuniu redações de alunos da rede pública do município. "Estamos realizando a entrega dos prêmios aos alunos ganhadores do concurso, o primeiro premio foi de R$ 200,00, o segundo de R$ 150,00 e o terceiro foi de R$ 50,00 como um incentivo aos meninos para que aprendam a cuidar de sua própria historia, ficamos muito felizes por esse momento" fala a pesquisadora e escritora Elane Marques.

 Professora Zilda Lima e Edvaldo Feitosa
 Manoel Severo, curador do Cariri Cangaço e palavras emocionadas em Água Branca
Escritora Elane Marques
 Archimedes e Elane Marques e Manoel Severo entregam os prêmios 
para as melhores redações

Dentro da Programação o Conselho Curador Alcino Alves Costa do Cariri Cangaço fez a entrega de Diplomas de "Amigo do Cariri Cangaço" a autoridades presentes e o Diploma Oficial de "Cidade Sede do Cariri Cangaço" ao município de Água Branca. A municipalidade por sua vez fez a entrega de várias lembranças aos visitantes do Cariri Cangaço. Para a professora Maria Stela Torres Barros Lameiras, "um ato de coragem e amor, pois mesmo em circunstâncias adversas, o evento Cariri Cangaço, meus amigos Edvaldo e família Cariri Cangaço, foi um sucesso. Parabéns!"

 Conselheiros, João de Sousa Lima e Narciso Dias entregam o Diploma ao Maestro da Filarmônica Santa Cecília, Valério Amaral
  Conselheiros, Ivanildo Silveira e Archimedes Marques entregam o Diploma 
ao Vice-prefeito Maciel Silva 
  Conselheiros, Jorge Remígio e Luiz Ruben entregam o Diploma ao Prefeito de Água Branca, José Carlos
 Fred Parente, Secretário de Governo de São Gonçalo e  Neli Conceição entregam o Diploma ao Município de Água Branca, representando pelo Prefeito José Carlos 
Célia Maria e deputado Gilvan Filho entregam o Diploma de Quirino Silva
 A gestão municipal de Água Branca homenageia convidados do Cariri Cangaço 
 Fabinho Pressão e vereador

As apresentações artísticas ficaram a cargo da "garimpeira da cultura" Rita Pinheiro que intercalou música, poesia e interpretação em seu momento artístico, fazendo com que a emoção tomasse conta do auditório. Em seguida foi a vez do xaxado de raiz dos artistas Quirino Silva e Célia Maria encantando a todos numa performance ao lado dos bonecos cangaceiros num baile genuinamente sertanejo, tivemos também a apresentação do jovem e talentoso cantor, Fabinho "Pressão", filho de Água Branca.

  A arte o talento de Quirino Silva e Célia Maria
  A "Garimpeira da Cultura" Rita Pinheiro

" O Cariri cangaço em Água Branca teve uma programação impecável sob a Coordenação do Conselheiro Edvaldo Feitosa e equipe da gestão municipal...Nas apresentações no auditório da Secretaria de Educação, muitas pessoas foram às lagrimas ante as belíssimas apresentações e homenagens prestadas....Quem pisa o solo de Água Branca e recebe o carinho do seu povo, jamais os esquecem" Revela o Conselheiro Cariri Cangaço Ivanildo Silveira."São contagiantes os encontros do Cariri Cangaço. Promovendo as artes culturais e o turismo nordestino pelas as belíssimas cidades do nordeste do Brasil, parabéns Água Branca", fala Quirino Silva.

Louro Teles, João de Sousa Lima, Ivanildo Silveira, Gilmar Teixeira, 
Quirino Silva e Manoel Severo
 Edvaldo Feitosa e Manoel Severo em entrevista a FM de Água Branca
 Ivanildo Silveira, Gilmar Teixeira e Quirino Silva 
Prefeito José Carlos e Ingrid Rebouças
  Manoel Severo e Gilmar Teixeira
Voldi Ribeiro, Manoel Severo e Fred Parente
Aline Melo
Maciel Silva, Manoel Severo e deputado Gilvan Barros Filho

"A segunda edição do Cariri cangaço em Água Branca não foi só um sonho caro amigo Manoel Severo e família Cariri Cangaço, mas sim, uma realidade capitaneada com base em um prévio planejamento. Planejamento este que deu certo e nos fez honrar os nossos compromissos diante de todos os senhores e senhoras. Até o próximo!!!" Comemora o coordenador do evento, Conselheiro Cariri Cangaço, Edvaldo Feitosa.

Cariri Cangaço Trilogia
07 de Setembro de 2017
Auditório da SEMED
Água Branca, Alagoas


A Bela Água Branca das Alagoas e do Cariri Cangaço Por:Manoel Severo

Ulisses Luna, Delmiro e a Fazenda Cobra no Cariri Cangaço 2017

Água Branca 2016 e a Festa do Cariri Cangaço



Era sexta-feira, dia 29 de julho de 2016, segundo dia do Cariri Cangaço Piranhas, quando a Caravana Cariri Cangaço chegou a bela cidade de Água Branca, um pedaço do paraíso fincado em terras alagoanas. 


A recepção em grande estilo reuniu mais de 500 pessoas em praça pública para as apresentações da Orquestra Filarmônica Santa Cecília de Água Branca e a forte e significativa apresentação de dança da tripo Kalankó, do Pajé Pedro e Cacique Paulo, um momento de muita tradição e arte dos índios de nosso sertão, numa demonstração inequívoca da força de nossa cultura de raiz. 


 A espetacular Matriz de Nossa Senhora da Conceição, em Água Branca recebeu o Cariri Cangaço em manhã de festa

A solenidade de boas vindas ao Cariri Cangaço em Água Branca aconteceu na Matriz de Nossa Senhora da Conceição, uma das mais belas do Brasil; de estilo barroco, foi construída no ano de 1871 - século XIX, pelo Capitão-mor, Joaquim Antônio de Siqueira Torres o Barão de Água Branca, com uma área de 1.100 m². A caravana Cariri Cangaço foi recebida pelo Pároco local,padre José Aparecido, pela prefeita municipal Albani Sandes Gomes, pelo presidente da Câmara Municipal Maciel, pelo Conselheiro Cariri Cangaço e organizador local do evento, pesquisador Edvaldo Feitosa, autoridades municipais, pesquisadores, escritores, comunidade em geral, numa manha de grande festa.


 Padre José Aparecido, abriu as "portas da Casa de Deus para reverenciar a memória e história do sertão"
Filarmônica Santa Cecília de Água Branca na Nave Sagrada de Nossa Senhora da Conceição, encantando a grande Nação Cariri Cangaço de todo o Brasil
Cerimonial de Fayrust Silva em Água Branca

Anfitrião, Conselheiro Cariri Cangaço, Edvaldo Feitosa

O ato de boas vindas contou as palavras do anfitrião Edvaldo Feitosa que ressaltou "a grande empreitada de realizar pela primeira vez o esperado Cariri Cangaço em Água Branca, que será o primeiro de muitos". Já a Prefeita Albani Sandes Gomes enalteceu "a realização do Cariri Cangaço em Água Branca, terra de muita tradição e história e que hoje entra de vez no circuito dos grandes eventos sobre a temática nordestina, a família de Água Branca se sente honrada com a chegada do Cariri Cangaço" e conclui com muita emoção: "Nunca houve uma festa cultural histórica com tanto significado para nós, sejam bem vindos todos do Cariri Cangaço".


 Mesa sob o Altar, em Água Branca
 Professor doutor José Geraldo Dantas Santos e Professora Doutora Maria Stela Torres Barros Lameira, momentos marcantes da história de Água Branca
 Inácio Loiola - Lôla, descendente do Barão de Água Branca
 Padre Aparecido, Bruno Mafra, Amosiel Feitosa e Presidente da Câmara Municipal , Maciel da Silva
Curador do Cariri Cangaço Manoel Severo fala da emoção da chegada pela primeira vez do Cariri Cangaço a Água Branca

Também usaram da palavra, a senhora vice-prefeita de Água Branca, Tatiana Sandes Gomes; os secretários de Educação, Bruno Mafra e da Cultura, Amosiel Feitosa; além do Presidente da Câmara Municipal, vereador Maciel da Silva ; o pároco local, Padre José Aparecido que "abriu as portas da Casa de Deus para o resgate da Memória e História do Povo Nordestino", a professora Zilda Lima e o representante da família Siqueira Torres, Inácio Loiola - Lôla, responsável pela visita interna, ainda inédita aos pesquisadores; à Casa do Barão de Água Branca.


 Prefeita Albani Sandes Gomes e vice-prefeita Tatiana Sandes Gomes
Homenagens pela municipalidade a Dra Maria Stela 
 Prefeita Albani Sandes Gomes entrega homenagens aos convidados do Cariri Cangaço

Com a Matriz de Nossa Senhora da Conceição totalmente lotada os convidados do Cariri Cangaço foram presenteados com a apresentação da Filarmônica Santa Cecília e com as palestras do Professor doutor José Geraldo Dantas Santos e da Professora Doutora Maria Stela Torres Barros Lameira, ambos numa apresentação rica e primorosa da cultura, da arte e da vida da bela Água Branca. 


 Roberto Soares, Geraldo e Rosane Ferraz, Raul e Francisca Mascarenhas 
e João de Sousa Lima
 Gil e Luma Holanda
 Graça e Múcio Procópio e Ivanildo Silveira
 Giovane Macário, Maria Olieveira e Emmanuel Arruda
 Kiko Monteiro e Leandro Cardoso
Mabel Nogueira, Lucinha Gomes de Lira e Neli Conceição

Ao final os convidados do Cariri Cangaço, vindos de todos os cantos do Brasil, de norte a sul, de leste a oeste, ainda participaram no átrio da Matriz de apresentação teatral e de xaxado.

Cariri Cangaço Piranhas 
Matriz de Nossa Senhora da Conceição, Água Branca, AL
29 de Julho de 2016 

A Alma do Brasil se encontra em Água Branca


A cada nova edição do Cariri Cangaço novas emoções afloram e laços de harmonia, fraternidade e confiança mútua se consolidam no desafio da construção de nossa verdadeira história. No estado de Alagoas no grande Cariri Cangaço Piranhas 2016 não foi diferente. Água Branca que realizava seu primeiro Cariri Cangaço, abriu não só as portas da cidade ou da magnânima Matriz de Nossa Senhora da Conceição, ou da Extraordinária Casa da Baronesa Siqueira Torres; Água Branca abriu seu coração.

 Luiz Antônio, Ivanildo Silveira, Manoel Severo, Edvaldo Feitosa e Pajé Pedro
 José Tavares, Francymary Oliveira, Maria Oliveira e Manoel Serafim
Edvaldo Feitosa e Narciso Dias
Kiko Monteiro, Aderbal Nogueira e Ivanildo Silveira
Cargilson Lacerda, Manoel Severo e Voldi Ribeiro
 Alcides e Gerlane Carneiro e Neli Conceição
Cristina Couto e Manoel Severo
 Márcio Vasconcelos e Ingrid Rebouças
Manoel Severo e Múcio Procópio

Por toda sexta-feira, dia 29 de julho, andando por entre as ruas de um casario invejável, cheio de memória, história e tradição, olhando a arte a se manifestar em praça pública e apresentações cheias de dedicação e amor, olhando nos olhos e vendo o sorriso das pessoas... Ah, isso não tem preço, levaremos Água Branca em nosso coração, sem dúvidas esse foi o primeiro de muitos Cariri Cangaço na bela serra alagoana.

 Ivanildo Silveira, Aderbal Nogueira, Manoel Severo e Raul Meneleu Mascarenhas
Elane e Archimedes Marques
Quinha Mascarenhas, Zilda e Edvaldo Feitosa
Lucia Costa e Manoel Severo
Camilo Lemos, Abreu Mendes e Manoel Severo
Carlos Alberto
 Manoel Severo e Lucinha Gomes de Lira
Richard Oliveira, Valquíria e Celsinho Rodrigues
Manoel Severo, Fayrust Grennick e Zilda Lima
 Cargilson Lacerda, Edvaldo Feitosa, Manoel Severo e Prefeita Albani Sandes Gomes
 Maricô, Gilka, Gerlane, Aparecida e Luizinha, do Mundo para Água Branca
Manoel Severo e Neli Conceição
José e Detinha Tavares, Nicole e Nicolas, e Ivanildo Silveira
Louro Teles
Abreu Mendes, Elane Marques e Kydelmir Dantas

O Brasil do Oiapoque ao Chui marcou e confirmou presença em nosso Cariri Cangaço Piranhas e Água Branca; amigos vaqueiros da história de todos os cantos e recantos do país nos permitiram compartilhar o aconchego e hospitalidade alagoana. Em Água Branca, como em todas as cidades por onde temos passado a receptividade foi além de nossa expectativa e merecimento, sem dúvidas a generosidade daquele bom povo ficou a mostra, e aí a emoção pontuou cada momento de nossa visita.

Luiz Antônio, Manoel Severo, Edvaldo Feitosa, Louro Teles, Albani Sandes, Prof. Pereira, Fátima Cruz, José e Detinha Tavares, Nicolas e Nicole Tavares
Kiko Monteiro
 Manoel Severo e João Andrade
Elzir Valeriano e Manoel Severo
 Manoel Severo ao lado de Lígia Sandes, Janaína Sá e Cícera Pereira
Aline Melo e Família Cangaceira
Manoel Severo, Alexandre Wagner e Kiko Monteiro
 José Tavares, Manoel Severo, Edvaldo Feitosa, Pajé Pedro
Manoel Severo, Quirino Silva, Cássia e Leo Gominho
 Aderbal Nogueira, Raul Meneleu, Quinha Mascarenhas, Zilda e Edvaldo Feitosa, Narciso Dias
Manoel Severo, Jacqueline Rodrigues e Petrúcio Rodrigues
Petrucio, José Tavares, Gilmar, Ivanildo, Junior, Albani Sandes, Tatiana Sandes, Neli, Cargilson Lacerda e João de Sousa Lima
Ivanildo Silveira, Edvaldo Feitosa, Prof Pereira, Fátima Cruz e Albani Sandes
Ingrid Rebouças, Manoel Severo, Edvaldo Feitosa e Pajé Pedro
Lucinha Gomes de Lira, Amélia Araujo e Mabel Nogueira

Abraçando o grande e abnegado Edvaldo Feitosa e a querida prefeita Albani Sandes Gomes, traduzimos toda nossa gratidão por momentos tão especiais, onde além de voltarmos no tempo, aprofundarmo-nos nas memórias do lugar, cercados de belezas por todos os cantos, ainda sentimos forte o pulsar da alma nordestina em Água Branca.

Manoel Severo e Ingrid Rebouças
Amélia Araujo
 Manoel Severo e Jacqueline Rodrigues
Juliana Pereira e Livio Ferraz, Afranio e Tomaz comandam caravana do Ceará

 Celsinho Rodrigues
 Nicole e Junior Almeida
Amosiel Feitosa, Manoel Severo, João de Sousa Lima e Petrucio Rodrigues
Aderbal Nogueira, Neli Conceição e Gilmar Teixeira
 Tomaz Cisne, Célia e Quirino Silva
 Jair Tavares, Francisco de Assis, Tomaz Cisne, Célia e Quirino Silva
 Petrúcio Rodrigues, José Tavares, Ivanildo Silveira, Amosiel Feitosa, Neli Conceição, Cargilson Lacerda e João de Sousa Lima
 José Tavares e Ivanildo Silveira
Quirino Silva, Giovane Sá, Valquíria, João de Sousa Lima, Petrúcio, Ivanildo Silveira e Richard Oliveira 

A apresentação dos índios Kalankó, se traduziu numa demonstração da grande força de nossa raiz, os Kalankó sob a chefia do Cacique Paulo Kalnakó e do Pajé Antonio dos Santos pareciam nos abraçar a cada um a partir da dança, do canto e do olhar. Os Kalankó hoje se resumem a cerca de 390 índios em 54 famílias que vivem no município de Água Branca, em Lageiro do Couro. Sensacional !

Camilo Lemos e arte Kalankó

A Matriz de Nossa Senhora da Conceição parecia abençoar o grande encontro: Pela primeira vez os vaqueiros da história, a família Cariri Cangaço chegava a Água Branca. O canto forte e grave dos Kalankó deram passagem ao Forró Pé de Serra e ao Xaxado, típicos da alma nordestina, sem falar no bordado, no artesanato, nas comidas típicas, a isso chamo Cariri Cangaço Água Branca. 


Fotos: Louro Teles, Ingrid Rebouças, Junior Almeida, José Tavares
Cariri Cangaço Água Branca
29 de Julho de 2016
Água Branca, Alagoas- Brasil

Nenhum comentário: