Nota de Pesar: Sargento Elias Marques

.
Morre aos 96 anos o último integrante da volante que exterminou Lampião. Morreu na madrugada desta quarta-feira (09), por volta das 03 hs, Elias Marques Alencar, com 96 anos, no Hospital de Xingó, em Piranhas (AL). O corpo está sendo velado em sua residência, na praça Noé Leite, centro de Olho D Água do casado, sertão de Alagoas.

Elias Alencar fez parte da volante do tenente João Bezerra, que atacou de surpresa o bando de Lampião, formado por Maria Bonita e mais nove cangaceiros, na área de caatinga da Grota do Angico, município de Poço Redondo (SE), no amanhecer do dia 28 de julho de 1938.

‘Seu’ Elias, que no mês de abril próximo faria 97 anos, é o último integrante – na região – da história de Lampião - maior fenômeno social brasileiro - que é contada em prosa e verso por todas as idades, em escolas, seminários, encontros e congressos. Do ‘Seu’ Elias fica a frase citada por ele em várias entrevistas à imprensa:

 “O cangaço não é de ontem. É de hoje. Vocês não vêem televisão? A roubalheira, os poderosos usando e abusando do dinheiro público, o crime organizado deitando e rolando, e nós, do povo, sempre no meio, levando bala e sova de relho dos dois lados. Tudo continua do mesmo jeito, até pior. O Brasil sempre foi e continua sendo o país do cangaço”.

O sepultamento será às 16 horas desta quarta-feira, no cemitério municipal de Olho D´Água do Casado.
 
Informação enviada por Jairo Luiz - Piranhas AL
Fonte:www.engenhodenoticias.blogspot.com
Por Renner Alves
.

4 comentários:

Anônimo disse...

Uma das últimas memórias vivas do cangaço que se vai. Lamentamos e prestamos nossos pêsssames aos familiares.

Leonardo Roth
Aracaju SE

José Mendes Pereira disse...

Amigo Severo:

É lamentável que só restava este integrante da volante de João Bezerra. Mas é isso mesmo. A vida não veio para ficar, e sim, par se nascer, crescer e posteriormente tomar rumo a um lugar que jamais voltará em carne e osso ao planeta.

Que Deus o tenha em um bom lugar.

José Mendes Pereira - Mossoró-RN.

prof. Aninha disse...

Uma notícia muito triste para todos nós que estudamos e pesquisamos o cangaço, mas principalmente como pessoas humanas que somos,nos confraternizar-mos com esta família que está passando por esta dor. meu pesar a esta família, que Deus dê um descanso eterno, Elias Marques.

Anônimo disse...

Sargento Elias - um herói da Policia Alagoana que parte e nos deixa saudades. Os estudos do cangaço ficam imcompletos com a sua partida. Jamais saberemos se no dia 28 de julho de 38 chovia ou não chovia por ocasião do combate.Não saberemos quem foi coitero que se reuniu com a volante no milharal e nem se Pedro de Candido foi realmente torturado. Também não saberemos quantos tiros levou Lampião e em que posição estava, se em pé, de caneco na mão ou de outra forma.Não saberemos em quem foi dado o ultimo tiro na grota e nem como foi o saque dos objetos dos cangaceiros.Não saberemos como foi a promoção de Pedro de Candido e a sua entrada na policia.Nunca saberemos o que aconteceu depois da chegada em Piranhas da tropa volante e como a força se comportou em anos posteriores a vitória - com a palavra o amigo Paulo Brito. Saude a todos - Alfredo Bonessi - GECC-SBEC