O Fogo do Cajueiro

.

O Projeto Memórias informa que já iniciaram as Oficinas de Bonecas-de-Pano e Bordados e Fotografia e Cinema,que serão base para a gravação do filme "O Fogo do Cajueiro", que será integralmente rodado em N. Sra. das Dores e terá como pano de fundo o cangaço naquele município do agreste sergipano. O objetivo das novas oficinas é somar-se ao trabalho já desenvolvido nas oficinas de artes plásticas e música para a produção de "O Fogo do Cajueiro", que terá como atores, alunos dessas oficinas e pessoas da comunidade dorense sendo dirigido pelo cineasta Robério Santos, contratado para ministrar as oficinas de Fotografia e Cinema. Assim, caberá aos alunos da música a composição da trilha sonora do filme, bem como aos de bonecas de pano e bordado e artes plásticas a confecção do figurino e das armas cenográficas. A oficina de fotografia formará, junto à de cinema, os técnicos e atores que aturarão no filme.


Antes mesmo de iniciadas as gravações do filme "O Fogo do Cajueiro", a imprensa já noticia sua realização. Em janeiro último , o site seagora.com registrava as oficinas que darão origem à indumentária e trilha sonora, além da preparação de atores e técnicos. Já o Jornal da Cidade destacou a cidade de Dores como cenário das gravações e Lampião como um dos personagens. Por sua vez, o Cinform,  mostra que "O Fogo do Cajueiro" é uma realização do Projeto Memórias e da Mandacaru Filmes, contando com produção de Robério Santos, roteiro de João Paulo Carvalho e patrocínio do Ministério da Cultura/Governo Federal e da Secretaria de Estado da Cultura/Governo de Sergipe.

FONTE:Projeto Memórias de Dores
Visite e conheça: blogdoprojetomemorias.blogspot.com

NOTA CARIRI CANGAÇO: A família Cariri Cangaço abraça a todos os amigos do Projeto Memórias da simpática cidade sergipana de Dores e parabeniza pelo belo trabalho que desenvolvem; quem sabe teremos mais uma grande película para lançar em nosso Cariri Cangaço 2011 ?! Abraço aos amigos, João Paulo e Manoel Moura.
.

2 comentários:

Blog do Bazar disse...

Caros amigos, a nota que fora gentilmente publicada por vocês está equivocada,pois roberio santos não é diretor do filme o Fogo do Cajueiro,alem do que, também sou roterista do referido filme,
Abraço, Manoel Moura membro do projeto memorias de nossa sra das dores -se.

xiquitaproducoes disse...

Levando-se em conta que na época que a nota foi lançada eu era sim e se vocês não tivessem me expulsado do projeto esse filme existiria. Trabalhem, não apenas fiquem buscando picuinhas!

Att; Robério Santos