Vera Ferreira e a Bonita Maria do Capitão Por:Lampião Aceso


Com o patrocínio do INSTITUTO BANESE, BANESE CARD, CHESF – Companhia Hidro Elétrica do São Francisco e Assembléia legislativa da Bahia, além do apoio institucional do ÁGORA – Arquitetos & Associados e da UNEB – Universidade do Estado da Bahia, a OSCIP SOCIEDADE DO CANGAÇO lança livro em comemoração ao Centenário de Maria Bonita.



Vera  e seu novo "filhão" Foto: Diário de Pernambuco.
Acreditamos que a importância desta obra sobre a Maria Bonita surge quando temos a sensibilidade de compreender que finalmente se inaugura a percepção sobre uma personagem marco-mulher que transcende a história do Cangaço. Olhar para ela significa ressaltar a mulher de um determinado contexto e período da história do Brasil; como também procurar compreender quais foram as imagens construídas acerca dela utilizadas até hoje para valorar sua representação como mulher nordestina. Bonita Maria do Capitão é uma primorosa publicação que comemora o Centenário de Maria Bonita com a excelência dos estudos e obras artísticas de mais de 40 colaboradores.



Uma iniciativa conjunta que tornou real uma rara coletânea de reflexões e imagens sobre a Maria do mítico cangaceiro Lampião.



Co-autora Germana Araújo
Bonita Maria do Capitão é um livro estruturado em duas partes: a primeira, biográfica, apresenta textos e imagens da sertaneja da Malhada da Caiçara, sertão da Bahia, Maria Gomes de Oliveira. Trata-se do resultado da leitura dos estudos de vários pesquisadores no assunto, mas, principalmente, da busca constante sobre a configuração genealógica dos Gomes de Oliveira pela neta Vera Ferreira. Entretanto, apesar de ser uma escritura baseada em uma possibilidade de interpretação, portanto, com novas facetas de sentido, parte da escritura biográfica desta obra não pode ser exatamente compreendida como inédita.


Já a segunda parte, que é dividida em temáticas, configura-se em uma original composição de obras de artistas que se apropriaram da imagem de Maria Bonita para suas produções, juntamente com textos de estudiosos e pesquisadores sobre a representação dela dentro de cada uma das temáticas desenvolvidas: Fotografia, cinema, xilogravura, literatura, teatro, música, artesanato, moda e artes visuais. 

Para o sucesso da segunda parte, contamos com mais de 40 colaboradores sensíveis com a causa de construir esta obra comemorativa do centenário de Maria Bonita.

SOB A LUZ DO LAMPIÃO:
Bonita Maria do Capitão. Eis ai mais um trabalho que não pode faltar na sua estante. São 327 caprichadas laudas. As cento e vinte e sete primeiras nos trazem um estudo detalhado da trajetória da Rainha do Cangaço, fruto de mais de 40 anos dedicados por sua neta Vera  acrescido por mais uma overdose de paixão, intuição e perspectiva de Germana.
Enriquecido por convidados especiais, estudiosos do quilate de: Sérgio Dantas, em O cangaço e a lei Penal: A questão de Maria Bonita; Frederico Pernambucano de Mello, em Maria Bonita a vivandeira do  Brasil e Wanessa Campos, em Maria Bonita e a mídia ...entre outros. 
Já a outra metade me agrada em dobro. Será indispensável pra quem pesquisa e nclusive pra quem duvida das influencias culturais do Cangaço. Inevitável não lembrar de um titulo provisório do confrade Rubinho, pois esse conteúdo é o que podemos classificar de "Maria e O Baile das quatro artes". Uma coletanea das principais obras e respectivos artistas que tiveram em Dona Maria a inspiração. Surpreendam-se ao constatar seu vulgo e imagem em todos os seguimentos apontados no sumário acima. 
De acordo com Vera há uma agenda pré definida para lançamentos (sessão de autógrafos) e distribuição nas principais capitais do Nordeste. Em Aracaju ele está disponível nas Livrarias Escariz.



Para adiquirir agora? 

VERA Ferreira
(79) 9191-4088 - malamp@hotmail.com


GERMANA Gonçalves de Araújo
(79) 9198-1227 - germana_araujo@yahoo.com.br


Valor R$ 100 (Cem reais) Frete a consultar



Fonte: www.lampiaoaceso.blogspot.com.br 

NOTA CARIRI CANGAÇO: Receber a mais nova obra de Vera Ferreira e Germana Araujo é motivo de muita alegria; a partir da própria plástica de sua edição, a beleza das imagens e singeleza do título, refletindo o cuidado e zelo mantido e desenvolvido pelas autoras. O Cariri Cangaço deseja todo o sucesso, que certamente virá.

Um comentário:

Anônimo disse...

Ok Vera: comprei seu livro no lançamento em Salvador. Gostei imensamente. Só que solicitei-lhe autorização para fazer uso de fotos de tempos remotos em meu livro e você não me respondeu. Antonio José de Oliveira -Serrinha-Ba. antonioj.oliveira@yahoo.com.br