Missão Velha Portal de Entrada do Cariri

.
Estação Ferroviária de Missão Velha em foto de época

Na manhã do dia 19, quinta-feira, terceiro dia de Cariri Cangaço, partimos para uma visita ao município de Missão Velha, Portal de Entrada do Cariri; terra de Isaias Arruda, Cel. Santana, Serra do Mato, Fonte da Pendência e Antônio Linard; não é necessário dizer que Missão Velha é roteiro imprescindível no Cariri Cangaço.

Sob a coordenação da equipe do prefeito Washington Fechine, dos secretários Moreira Paz, Antônio Carlos e Amélia Linard, a caravana Cariri Cangaço guiada por Rodrigo Torres, percorreu o que de melhor temos na simpática Missão Velha, tendo como ponto alto da visitação a lendária Fazenda Padre Cícero, os canyons millenares das Cachoeiras de Missão Velha e a unidade industrial da família Linard.

Caravana Cariri Cangaço visita o Instituto Pestalozzi em Missão Velha

Pesquisador Bosco André e os cumprimentos aos visitantes

Rubens Coelho do ICOP, Mossoró - RN

Secretários Moreira Paz , Antonio Carlos e Equipes.
.

2 comentários:

Anônimo disse...

CARO SEVERO, VEMOS O SEU CARINHO PARA COM MISSÃO VELHA E NÓS AGRADECEMOS PENHORADOS. AO VER A FOTO DA VELHA ESTAÇÃO, LEMBREI-ME DE LHE PASSAR FATO OCORRIDO POR OCASIÃO DA SUA INAUGURAÇÃO E A CHEGADA DO 1º TREM, ISSO NO DIA 10 DE SETEMBRO DE 1925, À ÉPOCA O TREM ERA PUXADO PELA VELHA "MARIA FUMAÇA" MOVIDA A LENHA E QUANDO O TREM PAROU NA ESTAÇÃO, UM POPULAR DE MISSÃO VELHA, DE NOME ZÉ BONGA, CORREU E BEIJOU A MÁQUINA, TENDO DEIXADO O SEU BEIJO NA MARIA FUMAÇA, REGISTRADO COM O COURO DOS SEUS LÁBIOS NA SUA BONECA COBIÇADA.

JOÃO BOSCO ANDRÉ

Mendes e Mendes disse...

Amigo Severo:
Aqui no Rio Grande do Norte a Estradas de Ferro entrou em funcionamento no ano de 1904, tendo sido inaugurado o primeiro trecho, ligando Igapó a Ceará - Mirim, região de Natal, pelo presidente da república Afonso Pena.
Era um sonho de um industrial chamado Ulrick Graff, e somente na segunda década do século XX, em 31 de agosto de 1912, num sábado, quando a firma Sabóia & Cia. dão início aos trabalhos da Companhia Estrada de Ferro de Mossoró S.A. Os trabalhos tiveram início em 1912, e dois anos e meio depois era inaugurado o seu primeiro trecho, percurso de 38 km, entre Porto Franco e Mossoró, no dia 19 de março de 1915, numa sexta-feira sendo assim concretizado o sonho de Ulrick Graff.
Mas em 1988 desativaram os trens de passageiros, e em 1995 finalmente acabaram com as linhas de trem, deixando muitos mossoroenses em protestos.
Infelizmente o brasileiro não sabe o que quer. Constrói e depois ele mesmos destrói as riquezas do nosso país.
Felicidade aos confrades do Cariri Cangaço.
José Mendes Pereira – Mossoró-Rn
Fonte de Pesquisa: Estrada de Ferro - Mossoró-Souza: Um sonho, uma realidade, uma saudade. Autor: Manoel Tavares de Oliveira