Morre Geraldo Aguiar.

.
Lili e Geraldo Aguiar no Cariri Cangaço 2009

Recebemos neste momento, do confrade Paulo Gastão, a informação do falecimento do companheiro Geraldo Aguiar, autor de "Lampião o Invencível"; com a versão da sobre-vida do Rei do Cangaço; o Lampião de Buritis.

Dona Ednir, esposa de Geraldo, informou que o falecimento se deu semana passada e que o sepultamento aconteceu na última quinta-feira. Geraldo Aguiar esteve conosco na primeira edição do Cariri Cangaço, quando fez o lançamento de seu livro. Gostaríamos de nos unir às orações da família e nos solidarizar com dona Ednir. 

Manoel Severo
.

11 comentários:

NETO disse...

Caro Manoel Severo, realmente esse blog cariricangaço.com é fenômenal, aqui conseguimos ficar atualizados de todas as notícias referente ao cangaço. Através desta página fiquei informado do falecimento do escritor Geraldo Aguiar. Quando o lançamento do livro "Lampião o Invencível", foi noticiado em alguns jornais aqui em Natal/RN e conseguir falar por telefone com ele a respeito dessa afirmação que Lampião não teria morrido na grota do Angicos, e ele foi muito firme com suas palavras.
Meus pêsames a toda família do escritor Geraldo Aguiar.

Aderbal Nogueira disse...

Geraldo Aguiar, antes de tudo um homem de coragem. fica meus sentimentos a sua familia nessa hora tão dificil. Aderbal Nogueira

José Mendes Pereira disse...

O que houve que os seus familiares não comunicaram a morte do escritor antes, ao "Cariri Cangaço", e ao "Lampião Aceso?"

Somente depois de uma semana é que se tem notícia do seu falecimento, através do escritor Paulo Medeiros Gastão, comunicando ao amigo Manoel Severo, do blog Cariri Cangaço.

Mas mesmo com atraso, oremos para que seja bem recebido pelo pai e pelo o filho.

Finalmente morrer não é o fim. É a passagem da morte para a vida eterna

José Mendes Pereira - Mossoró-RN.

José Mendes Pereira disse...

Dúvidas, não só minha, mas tenho certeza que muitos que estudam o cangaço tem sobre a famosa história da não acontecida morte de Lampião, coisas que foram afirmadas no livro do escritor Geraldo Aguiar.

1 - Para que Lampião tivesse renunciado o cangaço, teria sido antes da chacina na grota de Angicos, na madrugada de 28 de julho de 1938.

A renúncia não aconteceu, pois os seus remanencentes como: Candeeiro, Balão, Sila, Zé Sereno, o coiteiro Mané Félix e outros, todos confirmaram aos escritores e pesquisadores que naquela madrugada Lampião estava no coito.

2 - Nada existe nada para corrigir sobre a morte de Lampião. Isto é indiscutível. Lampião morreu naquela madrugada de 28 de julho de 1938, na Grota de Angicos, no Estado de Sergipe.

3 - Por que o suposto Lampião afirmou ao escritor que não poderia aparecer?

Ora! Na década de 40, todos os cangaceiros estavam libertos pelo o indulto do então Presidente da República Getúlio Vargas, e após 50anos ele ainda temia algo.

4 - "Vou morrer no ano que vem".

O que eu sei, através dos escritores e pesquisadores, que Lampião era um grande estrategista, mas adivinhar o dia da sua morte... calma!

5 - "O óbito foi registrado em nome de Antônio Maria da Conceição".

De Virgulino Ferreira da Silva, passou a ser chamado João Teixeira Lima e foi sepultado com o nome: Antonio Maria da Conceição.Para que isso?

José Geraldo Aguiar, por onde você estiver, nada tenho contra o que você escreveu com carinho, apenas repassou o que lhe informaram. Você não tewm culpa, mas tudo foi fantasiado pelos depoentes.

É lamentável que o escritor tenha deixado o nosso solo terrestre tão cedo, e que Deus o tenha recebido carinhosamente,mas tomara que não apareça outro contrariando os trabalhos dos escritores e pesquisadores, que a tantos anos arrumam a história lampiônica com seriedade.
Mas você não tem culpa das informações descentradas.

José Mendes Pereira - Mossoró-RN.

Anônimo disse...

para jose mendes - mossoró,rn.
nao conheço você e nao conhecia o rapaz que escreveu o livro citado.pelo que lí nos seus comentarios a impressão que me passou
é que você ficou e continua muinto incomodado com o que foi publicado,inclusive manda recado ao falecido,acho que devemos tirar nossas conclusões sobre o que é publicado sobre o assunto,questionar,e provar o contrario.mais acima de tudo é fundamental respeitar os nossos semelhantes.questionar porque a familia nao avisou primeiro ao site A ou B,sendo que isto poderia ser feito depois,foi demais.gostaria muinto que ele estivesse vivo,para que pudessemos questionar a sua versão da historia de lampiao.inclusive porque ele estava preparando um outro volume com mais dados e provas (segundo ele mesmo comunicava nas suas palestras).

Antônio Filho - natal,rn.

Anônimo disse...

Caro amigo José Mendes Pereira
Eu conheci o Geraldo Aguiar antes dele publicar
Seu livro, ele me contou que conheceu esse velho.
Que afirmou que era o próprio lampião.
Procurei outras pessoas em são Francisco que
Diz ser verdadeira essa historia
Perguntei a um dos filhos do falecido
Se o pai dele era lampião e ele respondeu
Que o pai dele dizia ser compadre
Do cangaceiro, devoto do padre Cicero, e que a mãe
Era de Jeremoabo, prima de Maria bonita.
Na época não me entenrecei muito
Na historia só agora que li o livro (lampião o invencível )
Do escritor que passou muitos anos sendo chamado de louco
Tentando mostrar talvez a verdadeira historie
É que eu pretendo ir a são Francisco e buritis buscar mais informações
E você deveria fazer o mesmo antes de tirar conclusões ,abraço Beto morai.

zé alberico disse...

parabens beto ,vi o seu comentário agora em 2014,li o livro de geraldo Aguiar e tirei muitas conclusões das mentiras de Angicos,concordo plenamente ,com o escritor os fatos são incontestáveis,mais é muito dificil convencer este povo estudiosos do cangaço. Eles dizem se o governo de Getúlio deu a anistia porque ele não se apresentou,mais eles esquecem que o perigo da vingança era eminente,ao longo de sua vida Virgulino provocou muita discórdia e crimes ,que o mesmo sabia que teria o perdão do governo mais não teria dos familiares das vítimas. Então ele não poderia aparecer,e sim o que fez ser comerciante e depois fazendeiro no norte de Minas Gerais,com outras identidades lógico para não ser reconhecido e seguir nova vida.

Rose Origami disse...

boa noite.....sem querer nem com inteção de buscar a historia de Lampião, um assunto já a muito tempo esquecido num canto de minha memoria, num destes passeio interneticos me deparei com comentarios a respeito....e fui lendo e fui achando interessante a polemica que o assunto levanta até hoje. na verdade estava tentando localizar o escritor e qual não foi minha surpresa ele já não se encontra entre nos., mas enfim.....tenho cá uma historinha que ia exatamente repaçar pra ele...pos bem.
moro em Guarujá-SP nasci aqui e meus país tinham 2 casas no centro da cidade uma onde moravamos e a outra de fundos que alugavam.. lembro que lá pelas idos de 67/8 mudou-se pra casa dos fundos um senhor bem idoso junto com 3 filhas..eu sempre muito conversadeira tinha então 10/11 anos gostava de conversar com ele...tinha um sotaque nordestino, e sempre contava historias de sua juventude...a que nunca esqueci foi exato o motivo porque estou aqui.. contou-me certa vez que tinha participado do cangaço, mas que não tinha sido por vontade propria, eles, o bando passava pelos lugarejos e recrutava os rapazes e ele foi um dos escolhidos, teria que seguir com eles e assim foi..tinha acho que uns 15 anos coisa assim e prestava serviço de ir e vir pra algumas coisas buscar agua, ficar olhando pra ver se vinha alguem. coisas assim...porem numa destas vizitas as cidades pra buscar mantimentos ele arrumou um jeito se escondeu e assim escapou do grupo.. foi um periodo curto mas que ele contava tinha passado por muita coisa, veio pra o estado de SP. atras de oportunidade e aqui constituiu familia , Sr.Dô (assim era como eu o conhecia) sempre contestou a ideia de que lampião e Maria Bonita tinham morrido.. dizia que não era verdade que tinham pego outras pessoas mas que eles tinham escapado e que tinham mudado de estado tambem e que levavam uma vida normal. até onde ele sabia e até a epoca dizia que eles estavam vios sim....bom moraram na casa dos meus pais por algum tempo, acho que por uns 2 anos depois se mudaram e nunca mais tive noticias dele...bom, claro que já deve ser falecido eu atualmente estou com 62 anos imagina e tinha 10/11 anos na epoca e ele já aparentava uns 80. mas é isso, uma histórinha que guardo com muito carinho contada por este senhor que eu adorava sentar e escutar seus contos... derrepente descubro esta historia deste senhor .e resolvi lhe porcurar pra dizer que não estava só ..rsrs...bom, isso é tudo, talvez alguem questione, mas francamente, vou ficar com a minha historia porque sei que foi contada por alguem que vivenciou tudo isso e que até hoje guardo com muito carinho na memoria ..abraços cordiais a tods , minha inteção é somente deixar registrado, que assim como o Sr.Geraldo Aguiar eu tambem acredito nestA versão..abraços cordiais a todos.

Daniel Avila tradição cristã disse...

infelizmente a realidade é dura companheiro foram mortos sim na madrugada e ainda dormiam quando foram surpreendidos pela policia e volante.. mas o que me deixa mais triste é o desrespeito a falta de honra e de cavalheirismo dos cara da volante além da covardia ter matado Maria bonita com um tiro pelas costas infelizmente os covardes as vezes saem ganhando... os que fizeram parte da tocaia até pouco contavam vitória diziam que quando lampião viu tudo aquilo levantou como um diabo pra cima deles.... interessante é que só depois de morto tiveram coragem de cortar a cabeça de lampião mas a cabeça de Maria bonita uma mulher indefesa cortaram a cabeça dela ela ainda agonizando com os tiros que levou e o pior provavelmente abusaram do corpo dela. esses foram os heroes da volante que mataram lampião a mando do governo der Getúlio Vargas um ditador igual é hoje o presidente da Coreia do Norte.......

Getulio Brito disse...

Eu tinha falado c ele dias antes do seu falecimento e tinha uma vasta documentação q comprova q Lampião n faleceu como na história, Assim como Ezequiel q forjou sua morte e morou muitos anos aqui em Picos Pi e casou e faleceu aqui vizinho , em Valença do Pi .

Anônimo disse...

sou de minas gerais admiro muito as historias do cangaço,como esse pais sempre viveu de mentira, angicos foi mais uma,porem tem muitos interesses na verdade e a policia de hoje ficaria muito feio a verdadeira historia,na hora do massacre que houve realmente o querido lampiao estava longe uns 22km da grota indo embora mais 7 cangaceiros ssssssssquatro homens e quatro mulheres,gente tinha dois cachorros bom de faro ,escutam muito alem,angicos e tudo babozeira e que tem muito dinheiro rolando.o problema do brasileiro que so acredita no que a globo fala .