Lívio Ferraz e o Vale do Catimbau Por:Aderbal Nogueira


Sem dúvidas todas as grandes aventuras da Caravana Cariri Cangaço por terras de nosso nordeste sempre buscaram o perfeito equilíbrio entre a pesquisa, o aprofundamento, as revelações, as descobertas, o encantamento, o lazer, enfim; próprios do objetivo central de nosso grupo:  O fortalecimento da memória e história de nossas raízes. Entretanto nem sempre conseguimos...

Múcio Procópio e Pedro Luiz observam...Lívio Ferraz sorrateiramente se afasta do grupo e entra em uma igreja abandonada na entrada do Vale do Catimbau, no Agreste pernambucano...
Não sabíamos exatamente o que o "levou a sumir" para dentro do santuário abandonado, mas, independente do que "tenha sido", o Sagrado parece que não aprovou: Quando o nosso caravaneiro estava voltando para o carro, ao tentar pular as janelas do antigo prédio, conseguiu derrubar toda a parede de sustentação da mesma, 
castigo divino...
Depois faceiramente foi como se nada houvesse acontecido, é mole!

Aderbal Nogueira

Um comentário:

LIVIO FERRAZ disse...

Questões que envolvem as leis da natureza me fizeram adentrar aquele santuário. E se envolvem as leis da natureza, obviamente, foram questões divinas e necessárias ao equilíbrio da caravana!!! Lívio Ferraz