A Medicina no Cangaço - Parte I Cordel:Josenir Lacerda

.
Cordelista Josenir Lacerda ao lado de Rubinho Lima e seu esposo Miguel Teles
.
Hoje temos a satisfação de trazer aos amigos do Cariri Cangaço uma pequena mostra do grande talento de uma mulher extraordinária de nossa região, uma cordelista de primeira e que pela primeira vez "canta o cangaço", com vocês: A Medicina no Cangaço, cordel da grande artista Josenir Lacerda.

A temática do cangaço
É muito vasta e atraente
Cada leitura e pesquisa
Atiça a chama da mente
É mesmo um grande universo
É história em prosa e verso
Revisitada e presente

Embora tão explorada
Em filme e literatura
Um aspecto inusitado
Com registro ou conjetura
Surge chamando a atenção
Provoca uma produção
Envolta em arte e cultura

Por exemplo, a medicina
Praticada no cangaço
É assunto interessante
Merece enfoque e espaço
Pra registrar em cordel
Pedi da musa fiel
A inspiração e o abraço

Cangaceiros, mesmo jovens
E de compleição bem forte
Sobreviviam driblando
As doenças e a morte
Pois com vida desregrada
Sem porto fixo ou morada
Apelavam para a sorte

Eram muitos os fatores
Que ameaçavam a saúde
Como as noites mal dormidas
Em vigilante atitude
O sono era agoniado
Sem sossego, ameaçado
Em sofrida inquietude

As extensas caminhadas
Sob o sol quente, escaldante
Em meio à agreste caatinga
A fome e a sede reinante
A aridez do estio
Ou chuva, sereno e frio
Num desconforto constante
.
Josenir Lacerda
.

4 comentários:

Anônimo disse...

Fantástico esse cordel, é o mais interessante é a sensibilidade de Josenir, que particularmente eu não conhecia. Parabéns a senhora pelo belo trabalho e sua grande sensibilidade.

Professor Mário Helio.

Anônimo disse...

Quero parabenizá-los pelo destaque ao cordel de Josenir Lacerda. Faço parte da Academia dos Cordelistas do Crato e fiquei
deveras feliz por uma publicação dum cordel tão primoroso de temática pertinente, sobretudo num site tão importante.

Desejo a você e a sua família um ano magnífico!

Sebastiana Gomes de Almeida
Academia de Cordelistas do Crato

Anônimo disse...

Essa minha tia é uma artista de mão cheia uma pessoa que eu tenho muito orgulho
By:janssenn almeida amorim

Nicodemos disse...

Josenir,
admiro seu talento e a maneira como trabalha, com seriedade e dedicação, difundindo a Arte do Cordel. E sobretudo, admiro sua grandeza de carater e sua bondade. Por isso sempre lhe peço:
S'a bença!

João Nicodemos