Hilário Lucetti, o Contador de Histórias Por:Andrea Lucetti




Andrea Lucetti em homenagem a seu pai; Hilário Lucetti


"Boa Noite a todos,

Em primeiro lugar quero agradecer ao Ângelo Osmiro por linda e emocionante homenagem ao nosso pai. Agradecer em especial ao Severo e a todos por esse espetacular Seminário Cariri Cangaço. Parabéns!

Hilário Lucetti, filho de Orós, cidadão de Crato, nascido em 19/09/1927, apaixonou-se de tal forma pela saga do cangaço que optou por dedicar sua vida ao estudo e à pesquisa dos fatos e das personagens que marcaram, de forma indelével, um longo e sangrento período da história do Brasil.



Pesquisador e Escritor Hilário Lucetti

Percorrendo todo o imenso país dos nordestinos, conhecendo e palmilhando a verdadeira trilha por onde também passaram os cangaceiros, Hilário esteve em todos os palcos, entrevistando dezenas de atores que, outrora, participaram do grande espetáculo que foi o mundo do cangaço. De Antonio Matilde a Jararaca, de Corisco a Ângelo Roque, de tantos a tantos outros bandoleiros da súcia que acompanhou durante vinte anos seu chefe maior, Virgulino Lampião, Hilário falou e escreveu com a propriedade de um doutor no assunto.

Suas narrativas realistas têm o dom de proporcionar a seus leitores a exata dimensão dos acontecimentos. Quem não se arrepia ao saber que Dadá tinha arrepios de fera ao sentir cheiro de sangue, ocasião em que, segurando sua faquinha cabo de prata, costumava dizer: “Essa faquinha é pra módi matá genti fêa qui num teim denêro.” Lucetti (2001, p.80).

Falecido em janeiro de 2007, Hilário Lucetti presenteou-nos com obras completas, de riqueza incomparável. Estas, além de outros inúmeros registros escritos, alguns gravados, fotografias e peças históricas, constituem parte importante do grande legado que nos deixou.

...Desde o seu falecimento eu evitava voltar ao Crato.



É muito difícil andar pelas ruas, rever a Praça Siqueira Campos, subir a ladeira do granjeiro e não encontrar meu Pai. Entendo que, esse momento onde o Cariri Cangaço homenageia nosso “Contador de Histórias” como era conhecido entre os netos e bisnetos, é um momento impar, só um evento como esse de tamanha grandiosidade para trazer-me de volta a essa terra, onde fui acolhida com tanta doçura e lembrar como ele meu Pai tanto me dizia: “Essa terra e esse povo minha filha é sem igual, doce como diz a música: “Cratinho de açúcar coração do cariri”.

Obrigada"

Andrea Lucetti

NOTA CARIRI CANGAÇO: O Cariri Cangaço dedicou uma de suas noites ao inesquecível "Contador de Histórias" Hilário Lucetti. Com certeza as palavras de sua filha; Andrea Lucetti, na memorável noite de 24 de setembro, calam no coração de todos os confrades da SBEC que por tantas e tantas vezes se deliciaram com a companhia sempre edificante e acolhedora de Hilário. Novamente abrimos as páginas do Cariri Cangaço para abraçar a toda a estimada família ; Dona Meire, Andrea, demais filhos, netos e bisnetos, o nosso abraço de gratidão e respeito.

Nenhum comentário: