Túnel do Tempo: Mossoró a Terra de Santa Luzia




Quem não conhece, precisa conhecer. O conjunto arquitetônico do espetacular Memorial da Ressistência; uma homenagem do poder público ao marcante episódio da ressistência do bravo povo de Mossoró, sob o comando do carismático prefeito Rodolfo Fernandes, ao ataque do bando de Lampião; é de impressionar. A concepção de sua criação e a harmonia de suas linhas fazem do Memorial, um dos mais significativos e belos espaços temáticos do nordeste.

O que não sabíamos era o poder que o referido Memorial exercia sobre os confrades mais afeitos à viagens no túnel do tempo, abaixo duas expressões claras da afirmação acima:

Ângelo Osmiro, de olhos fechados parece circular pelas ruas da Mossoró antiga...

Já o casal Nogueira, parece não se preocupar com o ataque iminente dos cangaceiros...

Não duvidaria se por acaso mais algum confrade acabasse aparecendo nas imagens acima. É visitar para conferir, Memorial da Ressistência de Mossoró, terra de Santa Luzia; uma obra grande não só em sua dimensão, mas principalmente em seu significado, ainda mais agora...Com o poder de provocar uma verdadeira viagem ao túnel do tempo.

NOTA CARIRI CANGAÇO: Fotografias de Manoel Severo e Dário Castro Alves, fotografias da época, constantes do acervo do Memorial da Ressistencia.

8 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns pelas fotos, não conheço o Museu de Mossoró, mas pelas fotografias que vemos na internet, com certeza é uma obra fenomenal que resgata a brava ressitencia contra lampião e seus segazes.

Fernando Lima

CARIRI CANGAÇO disse...

Pois é meu caro Fernando, o Memorial é realmente uma visita obrigatória a todos os amantes do tema cangaço.

Abraços,

Manoel Severo

Yuri Luna disse...

Com relação as fotos da ressistencia. sabemos que as mesmas naturalmente não forma feitas no momento do combate, sem problemas, é compreensível, mas; o que dizer de versões que contam que alguns que aperecem nas fotos não haviam participado da heróica ressistência??????

Deixo a pergunta no ar.

Yuri.

CARIRI CANGAÇO disse...

Caro Yuri, com certeza as fotografias não foram feitas no exato momento do confronto, isso é ponto pacífico, elas foram retratadas para eternizar esse que foi um momento importantíssimo da história do bravo povo mossoroense.

Quanto à sua indagação de que ali estejam retratadas pessoas que não estiveram realmente nas trincheiras, foge ao meu conhecimento.

Respeitosamente,

Manoel Severo - Cariri Cangaço

Yuri Luna disse...

Senhor Severo, na verdade o que perguntei é fruto de uma informação já de conhecimento público, de acordo com estudiosos, realmente alguns personagens que aparecem "bravamente" nas fotografias, estavam bem longe por ocasião do confronto. Com a palavras os pesquisadores.

saudação, Yuri.

Marcos Assunção disse...

Meu Prezado Yuri,seria de se estranhar que em meio a tanta ansiedade e angustia ainda fosse se pensar em deixar um fotografo de plantão esperando bala e muita bala!!!!

Esses registros foram de extrema importancia para a memória da cidade e história do cangaço.

Assunção.

Anônimo disse...

Parabéns por ressaltar o Memorial da Resistência, em Mossoró. Sou um grande privilegiado em nascer na terra que expulsou Lampião e que hospedou Jesuíno Brilhante, o cangaceiro romântico.
Um abraço,
José Edilson de Albuquerque Guimarães Segundo

CARIRI CANGAÇO disse...

A satisfação é nossa caro amigo Edilson, por poder compartilhar com os confrades de Mossoró esse monumento grande em toda sua natureza, em agosto aguardamos o amigo por essas bandas de nosso cariri.

Abraços,

Manoel Severo - Cariri Cangaço