Missão Velha e Linard no Cariri Cangaço

Antonio Linard

Quando na Serra do Mato; famosa fazenda do grande Cel. Santana, de Missão Velha, o Capitão Lampião precisou de um ferreiro para limpar seu armamento, foi logo que trouxeram a sua presença o jovem Antonio Linard; ao final do ofício realizado o mesmo não cobrou nada ao Capitão, entretanto o líder cangaceiro fez passar por entre seus cabras, o chapéu da aba viada e ali cada um colocou a justa paga; desse episódio nasceu a história do primeiro torno das industrias Linard, um dos mais tradicionais grupos empresariais de Missão Velha , o Portal de Entrada do Cariri cearense.

Depois de almoço oferecido pela prefeitura de Missão Velha, a caravana Cariri Cangaço visitou as Cachoeiras de Missão Velha, a Fazenda Padre Cícero, também no município e por fim às empresas Linard, onde foram recebidos pela família, tendo a frente o casal Maraton e Eailce, além dos filhos Alônio e Amélia; na oportunidade, representando o prefeito Washington Fechine. A frente da visita o secretário de cultura de Missão Velha, Moreira Paz e a competente equipe, Rodrigo e Paulinha.


Paulo Gastão e os Anjos da Guarda, Ingrid e Mabel


Industrias Linard e a Homenagem a seu Fundador, Antonio Linard

A Arte de Missão Velha sempre presente à visita


Amélia Linard, secretária de administração e finanças,

anfitriã nas Industrias Linard e Wilson Seraine


O famoso torno de Lampião, na imagem: Lemuel Rodrigues

e Prof. Emanuel Braz

3 comentários:

Anônimo disse...

Simplesmente incrível a história do senhor Linard, fantástico. Parabens a todos de Missão Velha pela aula de história da região que nos proporcionaram, além de ser um município encanador. Valeu Missão Velha.

Fernando Moraes - Juazeiro (Leão Sampaio)

Cariri Cangaço disse...

Mais que justa a homenagem do Cariri Cangaço a Missão Velha e a família Linard, quem conhece a fibra e a determinação dos Linard, não poderia deixar de também aproveitar este espaço. Manoel Severo marcou um tento importante para o Cariri, ainda bem que temos homens públicos concientes e atentos que deram apoio ao evento, como o Moreira e principalmente o prefeito Washington. Parabens Maraton, Alônio e família.

Rubens Luna (Fortaleza)

Anônimo disse...

Cangaço... que coisa mais idiota é fazer homenagem a bandido.
Linnard... sem comentários.