Família Macedo recebe Cariri Cangaço



Yone, Yvonne, Vicente, Zaira e Jussara, descendestes de Marica Macedo


A noite de ontem marcou a visita do Cariri Cangaço aos descendentes de uma das mais tradicionais matronas da história do Ceará: Marica Macedo, ou Marica do Tipi. O encontro aconteceu na residência de uma das netas de Marica Macedo, em Fortaleza; dona Zaira Macedo Pinto; filha de Antônio Landim de Macedo, por sua vez filho de Marica.

Ao encontro estiveram presentes além de dona Zaira, seu esposo, senhor Moacir Pinto, suas irmãs: dona Yvonne Macedo, dona Yone Macedo e ainda o escritor Vicente Landim de Macedo, além de outros familiares. O encontro para a apresentação do Cariri Cangaço à honrosa família, foi promovido por uma das organizadoras do Cariri Cangaço em Aurora; Jussara Macedo, e contou com a presença do Curador do evento, Manoel Severo, do presidente da SBEC - Sociedade Brasileira de Estudos do Cangaço, escritor Ângelo Osmiro e do Diretor da Laser Vídeo, Aderbal Nigueira.

 Escritor Vicente Landim de Macedo, Ângelo Osmiro e Manoel Severo

As irmãs: Yone, Yvonne e Zaira Macedo, netas de Marica Macedo do Tipi

Ângelo Osmiro, Vicente, Aderbal Nogueira e Manoel Severo

Na oportunidade do encontro, os organizadores do Cariri Cangaço puderam conhecer mais de perto a fenomenal história da vida desta que sem dúvidas marcou época como uma das mais poderosas "coronelas" de saias, de toda a história do Ceará; Marica Macedo, ou Marica do Tipi.

Depoimentos marcantes de suas netas, Yvonne e Zaira como também do escritor Vicente Landim de Macedo, sobre as várias passagens da vida da avó Marica, prepoderantemente os episódios do Coxá; onde pontuaram as figuras de Padre Cícero e Floro Bartolomeu; do fogo do Taveira, onde veio a morrer o primeiro filho de Marica e a posterior tomada de Aurora pelos partidários da Brava Sertaneja, comandados pelo Major Zé Inácio do Barro, Coronel Santana, Joca do Brejão, dentre outros potentados da época, que em represália ao cerco e fogo do Taveira, contra Marica; reuniram um pequeno exercito de 600 cabras e invadiram e tomara a intendência de Auroa. A partir dali , dezembro de 1908, Marica e seus correligionários iriam mandar na política até sua morte em 1924.

Foi confirmada a Conferência do escritor Vicente Landim de Macedo, neto de Marica; durante o Cariri Cangaço 2010, no dia 21 de agosto, no distrito berço da tradicional família, Tipi, no município de Aurora.

NOTA CARIRI CANGAÇO: O município de Aurora acolhe o Cariri Cangaço no dia 21 de agosto de 2010, quando teremos um conjunto de visitas aos principais pontos históricos da cidade, em seguida Conferência com o prefessor José Cícero sobre 0s 80 anos da Passagem de Lampião por Aurora, e logo após o almoço teremos a visita ao distrito do Tipi, onde teremos a Conferência de Vicente Landim de Macedo, sobre Marica do Tipi.


6 comentários:

Amélia Maria Macêdo Linard disse...

Adorei essa reunião, e as fotos!Pena não estar presente!!
Fico muito feliz, esse Cariri Cangaço promete ser ótimo. Parabéns às minhas tias-avós pela forma. Estaremos juntas no Tipi. Um abraço
Amelinha

LIVRO DIGITAL - LUIZ DOMINGOS DE LUNA disse...

Com certeza, o dia 21 de agosto será um dia histórico na cidade de Aurora, vez que as palestras proferidas pelo Secretário de Cultura de Aurora - Professor José Cicero da Silva - Lampião em Aurora - 80 anos e o abalizado escritor aurorense Vicente Landim de Macedo - A Brava Sertaneja do Tipi - Marica Macedo - Num evento de grandeza maior do Cangaço nordestino {2º conferência do Cariri Cangaço } Ao tempo em que será oficilamente lançada o 3º numero da Revista Aurora, E, no dizer do poeta maior de Aurora - Serra Azul, " sua história é trágica e tremenda" que finalmente à luz da história será passada a limpo com grandeza, altruismo e garbosidade por quem, de fato e de direito, conhece, pratica e vive no dia a dia com: a penitência do monges e a sabaderia dos grandes vultos da humanidade.
A SBEC está de Parabéns!
O Cariri Cangaço está de parabéns !
Aurora está de parabéns!
Registro por questão de justiça o saudoso irmão e amigo, pioneiro deste processo que hoje renasce a cada amanhecer - Amarilio Gonçaves Tavares.

Anônimo disse...

Olhem! com certeza Aurora veio para ficar neste Cariri Cangaço ao lado das já vitoriosas: Crato, Juazeiro, Barbalha e principalmente Missão Velha. Parabéns ao nosso Cariri.

Fernandinha, Aurora

Saskia Valeska Macêdo L.Feitosa disse...

Caro Manoel Severo,
Fico muito feliz com teu interesse em contar a saga de minha tataravó;porém, tenho de fazer uma correção,o nome de minha queridíssima avó é Yvonne Macêdo,e de minha tia-avó Yone Macêdo.
Obrigado,
Saskia Feitosa

CARIRI CANGAÇO disse...

Prezada Saskia, obrigado pela ajuda, faremos a correção agora mesmo.
Grande abraço,
Manoel Severo

Anônimo disse...

Já fiz parte desta família, em especial no coração ce saskia, Paulo Roberto Leite Dias