Exu e a Grande Noite de Abertura do Cariri Cangaço


A noite do dia 20 de julho de 2017, quinta-feira, marcou a chegada do Cariri Cangaço ao município de Exu, na exuberante Chapada do Araripe, em Pernambuco; terra do Rei do Baião. O auditório da escola Bárbara de Alencar no centro de Exu recebeu um público extraordinário de mais de quatrocentas pessoas, entre autoridades, pesquisadores, escritores e personalidades de todo o Brasil, configurando-se como um dos maiores públicos do Cariri Cangaço.

A recepção aos convidados a cargo da Orquestra Sonata de Exu, que também executou o Hino Nacional, trouxe a elegância e o talento dos artistas de Exu para a abertura do grande evento, que teve em um de seus números a união entre a música de câmara e o som sertanejo do acordeom, numa execução maravilhosa com o musico Jonêz Bezerra. O Prefeito Raimundinho Saraiva ao lado do presidente da Câmara Municipal, Davi Moreira e ainda do secretário de cultura Rodrigo Honorato, representaram o município que acolheu nessa noite representantes de 14 estados brasileiros. O inicio da noite marcou a apresentação do Cariri Cangaço pelos Conselheiros Wescley Rodrigues e Cristina Couto, que traçaram a trajetória do empreendimento desde sua origem até os dias de hoje, nestes oito anos de atividades.

 Sonata de Exu e Jonêz Bezerra em noite de abertura do Cariri Cangaço Exu 2017
 O Brasil de alma nordestina se encontrou em Exu...

”Já são oito anos de Cariri Cangaço, 5 estados, 21 municípios, mais de 600 pesquisadores, mais de 90 conferências, 75 visitas técnicas,65 livros lançados e mais de 30 mil participantes na maior festa do gênero no Brasil” Confirma Wescley Rodrigues no que foi auxiliado por Cristina Couto, ”O Cariri Cangaço une não só a memória e a história de nosso sertão, mas e principalmente une a alma verdadeiramente nordestina”.

 Os Conselheiros, Wescley Rodrigues e Cristina Couto fizeram a apresentação do Cariri Cangaço aos presentes na noite em Exu

Em seguida Manoel Severo, curador do Cariri Cangaço, em suas palavras emocionadas confessou a enorme alegria em “desembarcar em Exu, berço do maior ícone cultural do nordeste, terra de muita tradição e história e de um povo acolhedor e que recebeu com carinho ao Cariri Cangaço desde a primeira vez que chegamos aqui; por isso estamos testemunhando hoje essa espetacular festa da alma nordestina”, na oportunidade o Curador do Cariri Cangaço agradeceu a todos que se empenharam para realização do Cariri Cangaço Exu: "Agradecemos de forma grandiosa ao Prefeito Raimundinho Saraiva, ao Secretário Rodrigo, aos amigos queridos Bibi Saraiva, Helenilda Moreira, Alvenir Peixoto, Cicero Marcelino, Eliana Galdino e toda a equipe da prefeitura". Manoel Severo dedicou também a noite de abertura ao escritor João Monteiro Neto, vitima de acidente naquele mesmo dia e que estaria lançado sua obra nessa mesma noite de abertura. 

Rodrigo Honorato, Davi Moreira, Manoel Severo e Raimundinho Saraiva na noite de  Abertura em Exu.
"Dedicamos essa noite de abertura ao querido amigo e grande escritor João Monteiro Neto, que sem dúvidas estaria celebrando ao nosso lado nesta noite, em Exu, o verdadeiro encontro da alma nordestina"

Em suas palavras o Secretário de Cultura de Exu, Rodrigo Saraiva externou toda a alegria de Exu em receber o Cariri Cangaço:"Nunca houve um momento como esse em nossa Exu, recebendo tantos e tantos pesquisadores de todo o Brasil, sem dúvidas o Cariri Cangaço trouxe uma emoção sem igual a Exu,e é como nosso Curador Manoel Severo sempre diz: O Cariri Cangaço é mais que um evento, é um sentimento". Já o Prefeito Raimundinho Saraiva confirmou "estamos realmente honrados com a chegada do grande Cariri Cangaço a Exu, todos estamos de parabéns e é uma grande honra receber a todos em nossa cidade, queria parabenizar ao grande trabalho de meu amigo Manoel Severo, que trabalho maravilhoso e dizer que Exu está e estará sempre a disposição do Cariri Cangaço".

 Prefeito de Exu, Raimundinho Saraiva recebe das mãos do Prefeito de Poço Redondo, o Titulo de "Amigo do Cariri Cangaço"
Secretário de Cultura de Exu, Rodrigo Honorato recebe das mãos do Secretário de Cultura de Crato, Wilton Dedê, o Titulo de "Amigo do Cariri Cangaço"

A noite solene marcou também a entrega de várias comendas por parte das Instituições promotoras do evento, o Conselho Cariri Cangaço Alcino Alves Costa: O prefeito Raimundinho Saraiva recebeu das mãos de um dos convidados da noite, Junior Chagas, prefeito de Poço Redondo em Sergipe o titulo de Amigo do Cariri Cangaço e o Secretario de Cultura de Crato, Wilton Dedê passou às mãos do Secretário de Cultura de Exu Rodrigo Honorato sua honraria.

Através dos Conselheiros, João de Sousa Lima e Múcio Procópio, além do pesquisador Getúlio Bezerra foram entregues os Títulos de "Amigo do Cariri Cangaço", a Alvenir Peixoto, Helenilda Moreira, Eliana Galdino e Cicero Marcelino; todos de Exu como também o Conselheiro Cariri Cangaço, escritor e artista plástico, Archimedes Marques e sua esposa, escritora Elane Marques entregaram ao pesquisador Kiko Monteiro, também Conselheiro Cariri Cangaço, uma representação do rei e rainha do cangaço, obra em papel machê, feita por Archimedes Marques.

  Helenilda Moreira recebe o Titulo das mãos de Getúlio Bezerra
 Alvenir Peixoto recebe o Titulo das mãos de João de Sousa Lima
Cícero Marcelino recebe o Titulo das mãos de Múcio Procópio
Homenageados da Noite
 Eliana Galdino recebe das mãos do curador do Cariri Cangaço Manoel Severo
Conselheiro Archimedes Marques ao lado de Elane Marques presenteiam Kiko Monteiro

Um dos momentos altos da noite ficou a cargo da entrega por parte dos Conselheiros Juliana Pereira e Kydelmir Dantas; em nome do Conselho do Cariri Cangaço; a Joquinha Gonzaga, representando a família do Rei do Baião, o Título de "Personalidade Eterna do Sertão" a Luiz Gonzaga, trazendo a emoção a todos os presentes na noite de abertura. 

Conselheiros Kydelmir Dantas e Juliana Pereira entregam Diploma a Joquinha Gonzaga: "Luiz Gonzaga Personalidade Eterna do Sertão"
"Hoje sem dúvidas é uma noite muito especial e de muita emoção o que muito nos orgulha receber esse Título em nome do Tio Gonzaga, por parte do Cariri Cangaço", revela Joquinha Gonzaga.

O pesquisador e escritor Wilson Seraine, de Teresina; foi o grande responsável pela Conferencia da Noite de Abertura com o Tema: "A Influência do Cangaço na Obra de Luiz Gonzaga" como também o espetacular lançamento das obras “Cordéis Gonzaguianos - Antologia" e "A Festa da Asa Branca” ao lado do grande "Gonzaguiano" Reginaldo Silva, que participou do lançamento do livro, "12 anos com o Rei do Baião" traduzindo na noite de abertura em Exu a grande reverencia ao Rei Luiz Lua Gonzaga, momentos inigualáveis.

Rafael Lima, Wilson Seraine e Reginaldo Silva em noite de Cariri Cangaço
Wilson Seraine em sua conferencia de abertura do Cariri Cangaço Exu
Conselheiro Cariri Cangaço, Leandro Cardoso em Exu
 Joquinha Gonzaga e Leonardo do Acordeon ao lado da Orquestra Sanfonica de Exu

Para finalizar a festa que marcaria a historia do Cariri Cangaço; pela primeira vez no Araripe e no berço de Luiz Gonzaga; foi oferecido um Coquetel aos presentes no ginásio da escola Bárbara de Alencar, quando os convidados foram brindados pela espetacular apresentação de Leonardo do Acordeon ao lado da Orquestra Sanfonica de Exu e ainda com a participação especial de Joquinha Gonzaga tocando uma "oito baixos" de forma simplesmente espetacular.

Cariri Cangaço Exu
Noite de Abertura, Escola Bárbara de Alencar
20 de Julho de 2017, Centro-Exu



O Cariri Cangaço Exu foi uma Realização do Instituto Cariri do Brasil e da Prefeitura Municipal de Exu com o patrocínio do Programa a Hora do Rei do Baião e apoio da SBEC, GECC, GPEC, GFEC, Parque Aza Branca, ICC e Fundação Padre João Cancio.

Um comentário:

ivaldo batista costa Batista disse...

Cariri Cangaço está de parabéns por manter viva a memória da luta e dos anseios do povo nordestino por meio de sua indumentária e sua canção e seu espírito. O cangaço marcou indelevelmente a personalidade do povo do nordeste diante do mundo pois foi uma forma de se posicionar: O nordeste não aceita ser tratado com desdém, não tolera a injustiça e assume o controle da situação na ausência do Estado. Parabéns ao grupo que comanda o Cariri Cangaço, esse trabalho é de grande relevância pois serve como auxiliar pra estudos de caráter sociológico e antropológico e nos ajuda a compreender melhor a essência desse movimento que eclodiu no Nordeste.