Sila...Durma com um barulho desses ! Por:Sabino Bassetti

Sabino Bassetti

Sila, uma cangaceira de Lampião. Quando os ex cangaceiros começaram a ser procurados por pesquisadores e jornalistas, alguns optaram pelo silêncio ou então economizaram no máximo suas revelações, porém, vários deles percebendo alguma notoriedade e tentando ser aquilo que nunca foram, começaram a dar depoimentos no mínimo duvidosos.

Entre os últimos, a senhora Ilda Ribeiro de Souza, ou seja, Sila; esposa do cangaceiro Zé Sereno, quando solicitada, cansou de dar declarações sem fundamentos. Quem leu o livro "Sila. Uma cangaceira de Lampião" escrito por ela em parceria com Israel Araujo Orico, vai perceber que ela procura se colocar no mesmo nível de Maria Bonita, e guindar Zé Sereno no mesmo nível de Lampião. De acordo com declaração dela própria, Sila entrou no cangaço em novembro de 1936, isto é, um dia antes da morte de Neném, no entanto, ela diz que o famoso Zé Baiano, que havia morrido em 07/6 /1936, estava presente em andanças do grupo de Sereno com ela Sila já fazendo parte do grupo.

Naquela famosa foto do grupo de Zé Sereno, ela identifica Canário e Adilia como sendo Cajazeira e Enedina, além disso não identifica seus irmãos na foto. Mas onde Sila revela não ter nenhum compromisso com a verdade, é quando ela dá declarações sobre os acontecimentos de Angico. Ela consegue ver sinais da tropa nos arredores do coito entre 8 e 9 horas, exatamente no horário que a tropa estava saindo de Piranhas. Também não diz a verdade quando descreve o combate e a fuga.

Bando de Zé Sereno

Mas de nada vai adiantar ficar aqui falando sobre as bobagens que Sila disse ao longo de sua vida, pois, pode ter aquele que vá achar que tenho alguma implicância com ela. Nada disso, porque estou relatando aquilo que ela própria escreveu ou disse a alguém que registrou em livros. O pior já aconteceu, porque houveram aqueles que sem ao menos fazer um confronto, isto é, sem pesquisar a fundo, botaram no papel simplesmente aquilo que ela relatou, e por conta disso, aqueles que não conhecem a história a fundo, inocentemente acreditaram naquilo que leram. Para completar, esses dias, lendo o livro "Lampião em Sergipe" do meu querido amigo Alcino Alves Costa, li na na página 130 que o nome verdadeiro dessa mulher, na realidade não era Ilda Ribeiro da Silva, e sim Hermecilia Braz São Mateus. Durma-se com um barulho desses...
Abraço a todos.

Sabino Bassetti

NOTA CARIRI CANGAÇO: Sila será a personagem principal do próximo encontro Cariri Cangaço-GECC , no espaço Raquel de Queiroz da Livraria Saraiva no Shopping Iguatemi de Fortaleza, na primeira terça-feira de Dezembro, às 19 horas; todos estão convidados.

16 comentários:

ADERBAL NOGUEIRA disse...

Amigo Bassetti,algumas considerações.
Sila disse que Zé Baiano passou por onde ela morava antes de Zé Sereno a levar, pois o próprio Zé Baiano disse que iria levá-la. A partir do momento em que ela entrou no grupo de Zé Sereno, ela não relata mais que Zé Baiano estava com ele, pois os dois cangaceiros já haviam se desentendido por causa dela. No tiroteio que morreu Nenem, Zé Baiano não estava. Confira isso no livro "SILA, MEMóRIA DE GUERRA E PAZ". Foi o que ela me relatou também. Quanto às luzes em Angico, Sila em momento algum disse que era a volante. Ela apenas disse que viu umas luzes distantes. Que relatou à Maria que era mais experiente do que ela. Pois ela NÃO SABIA O QUE ERAM AQUELAS LUZES. Tanto é que não relatou a Zé Sereno e foi dormir. Se ela afirmasse que era a volante, com certeza teria acordado Zé Sereno, o que não o fez. Essas luzes podem muito bem ter sido alguém passando ao longe, que não tinha nada a ver com a tropa. Ou será que é IMPOSSÍVEL alguém andar à noite com uma lanterna ou uma lamparina naquelas brenhas?
Amigo Basseti, digo novamente: Não estou aqui para defender ninguém. Só acho que as interpretações estão equivocadas. Analise essas que acabei de citar e veja se estou errado.
Grande abraço de seu amigo 'véio' aqui da terrinha.
Aderbal Nogueira

OBS.: Amigo, por favor, não esqueça que muitas vezes acontece de um escritor colocar coisas que não foram ditas pelo entrevistado, erro comum de acontecer com qualquer pessoa.

Anônimo disse...

Não vejo essa questão como "mentirosa ou não mentirosa" , a sila como outros remanescentes da e´poca do cangaço, isso ha mais de 80 anos, não podem ter essa "lembrança toda, infalível " , acho que qualquer análise deve ser feita sem paixões, sila fantansiou, pode até ter fantasiado, mas dizer que tudo que ela falou é mentira, é um pouco demais.

Demétrius Calvin

Helio F. disse...

È. Parece que Aderbal Nogueira fez a interpretação correta. Helio F.

josé sabino bassetti disse...

Querido amigo Aderbal.

Não quero criar polêmica com você nem ninguém.Na página 40 do livro, Sila. Uma cangaceira de Lampião, ela diz que Zé Baiano estava presente no grupo de Sereno com ela já no cangaço. Veja bem, Zé Baiano morreu em 07/6/36. Sila entrou no bando em 12/11 36. Como ela encontrou com Zé Baiano 2 meses antes de entrar no cangaço?

Abração meu amigo.

Sabino

Anônimo disse...

quem conhece um pouco a historia do angico, sabe que dona Sila realmente não disse nada com nada.

Paulo Arraes

Anônimo disse...

Mesmo sem ser um pesquisador, mas apenas um curioso do assunto, penso e me arrisco a dizer que nem só Sila cometeu seus deslizes, mas outros também o fizeram, o Durval por exemplo, Balão, enfim, todos pensando nos holofotes do sucesso inesperado para eles, mas daí desqualificar todas as informações prestadas pela Cila é algo errado no meu modo de ver. É uma pena não morar no Ceará para esta nesse encontro de dezembro do Cariri Cangaço. Parabens aos organizadores.

Hercílio Granjeiro
Açu RN

ADERBAL NOGUEIRA disse...

Amigo. Vamos polemizar sim. Qual o problema? O bom é isso! Seria muito chato se todos pensasem igual. Com isso a nossa amizade só se fortalece, pois amigo que é amigo tem que dizer o que pensa. Não presisa se esquivar porque pensa diferente. Eu só quero ter amigos sinceros, lhe agradeço por estarmos conversando sobre isso. Isso mantém a chama acesa.
Olha, Sila esteve com Zé Baiano quando eles passaram em sua casa antes dela entrar no bando. Depois de algum tempo foi que Zé Sereno veio buscá-la. Olha, amigo, algumas pessoas dizem que isso é conversa boba sobre o tema. Pois que venham outras conversas bobas e que eu e voce continuemos mantendo a chama acessa, ok?. Pena que muitos estão se calando. Porque será? Quanto ao nome de Sila, vou lhe dizer o que ela me contou. Interprete como o amigo quiser, ok?. Ela tinha vergonha do nome, porque achava feio. O que, convenhamos, é meio estranho, não? Por isso ela adotou outro nome. Silvio Santos também não fez assim? Vamos continuar o ping-pong. Espero que outros apareçam.

Aderbal Nogueira

ADERBAL NOGUEIRA disse...

Sr. HERCILIO. o Sr. DISSE TUDO. TORNO A REPETIR. TODOS MENTIRAM. POR QUE SO CRUCIFICAR SILA. SERA QUE SOU O UNICO EM SUA DEFESA. AINDA DIGO MAIS. SE FORMOS TIRAR OS QUE MENTIRAM. NÂO VAI SOBRAR NINGUEM. ADERBAL NOGUEIRA

Anônimo disse...

CAROS AMIGOS, O DEBATE SERÁ NO PRÓXIMO ENCONTRO DO GECC, MAS PARA NÃO PARECER OMISSO, VOU DISCORDAR DE ADERBAL QUANDO DIZ QUE SILA FALAVA: "NÃO SABIA O QUE ERA AQUELA LUZ"
SILA NÃO SABIA NA OCASIÃO, ENTRETANTO PASSOU O RESTO DA VIDA DIZENDO QUE ERA A VOLANTE, POIS DIZIA:"SE TIVESSE AVISADO AO JOSÉ A HISTÓRIA SERIA OUTRA".
PENSO COMO ADERBAL O DEBATE É SALUTAR, DESDE QUE SE RESPEITE AS OPINIÕES, MESMO NÃO CONCORDANDO COM ELAS. TENHO GRANDE RESPEITO ADMIRAÇÃO POR EXEMPLO POR PAULO GASTÃO, MUITO ME INCENTIVOU NAS PESQUISAS, MAS DIVERGIMOS MUITO, PRINCIPALMENTE SOBRE ANGICO, E SOMOS MUITO AMIGOS. DEBATE EM ALTO NIVEL É O QUE QUEREMOS.

ABRAÇO.
ANGELO OSMIRO
FORTALEZA-CE

josé sabino bassetti disse...

Olá pessoal.

Amigo Aderbal. Não estou procurando me esquivar de jeito nenhum e nem penso diferente.Apenas procuro defender aquilo que apurei em minhas pesquisas de tantos anos. Claro que você tem que defender seu ponto de vista. Vamos debater sempre. Se não houver debate não se chega a lugar nenhum. Tomara que outros entrem na roda, pois, não há nenhum mal em se defender seu ponto de vista. E sem nenhuma dúvida, aqui você tem um amigo firme e decidido a debater esse e outros assuntos relativo ao cangaço.

Abração cabra véi.

Sabino

ADERBAL NOGUEIRA disse...

Amigo Ângelo, veja bem. Em momento algum desprezei o posisionamento de ninguém, pelo contrário, eu estou é incentivando para que tenhamos assuntos para discutir, e respeito profundamente a opinião dos outros, ok?. Para encerrar e deixar de ser chato, pois estou remando sozinho contra a maré, portanto, devo estar errado e Sila realmente foi a maior mentirosa do cangaço, vou estudar mais e, se estiver errado mesmo, mudo de opinião na hora. Mas vou respeitar a memória de minha grande amiga Sila. COMO ACONTECEU DE A VOLANTE ATACAR NA MANHÃ SEGUiNTE, SILA APENAS DISSE QUE SE TIVESSE AVISADO A ZÉ SERENO TALVEZ A HISTÓRIA FOSSE OUTRA, POIS MESMO QUE NÃO FOSSE A VOLANTE ELE, COMO EXPERIENTE, IRIA AVERIGUAR, E QUEM SABE DEIXARIA UM SENTINELA SÓ POR PRECAUÇÃO, AÍ SIM, POR UMA COINCIDÊNCIA A HISTÓRIA PODERIA TER SIDO OUTRA. MAS A SILA NUNCA DISSE QUE TINHA CERTEZA QUE ERA A VOLANTE. "É simplesmente isso que estou querendo dizer". ACREDITO QUE O AMIGO, QUE ESTEVE COM ELA, NUNCA TENHA OUVIDO ELA AFIRMAR QUE NA NOITE ANTERIOR "ERA A VOLANTE QUE ELA TINHA VISTO". COMO DISSE O AMIGO PEDRO É MUITO DIFÍCIL INTERPRETAR UM DEPOIMENTO. Aderbal Nogueira

Helio disse...

Camarada Severo, que maravilha ver o nível do debate trazido a este cariri cangaço digital, parabens meu caro amigo, vc é um gigante. Grande trabalho. Mas me permitam também meter minha colher de apenas curioso e não estudioso: Tenho todo o respeito pelo Aderbal Nogueira, muita admiração mesmo, mas gostaria de dizer que alguns quando não concordam com o que Sila diz, não quer dizer estejam contra ela, eu não vejo dessa forma, me perdoe meu companheiro Aderbal, penso como você, Sila exagerou um bocado, mas merece todo nosso respeito e o que ela disse foi muito importante para ahistoria do cangaço.

Professor Mario Helio

Anônimo disse...

As mulheres tiveram um papel mais que importante na vida desses cangaceiros, e sofreram bastante, será que a falta de verdade de algumas delas , no caso a Sila, não seria uma forma de esquecer ou encobrir aquela maneira de viver que foi um inferno, ou seja, tentar romancear um pouco que seja, com a palavra: o amigo Manoel.
Parabens pelo Blog.

Gisele Carvalho Malta
Maceió

Anônimo disse...

Meu amigo Aderbal, foi justamente isso que eu disse: "PENSO COMO ADERBAL, o debate é salutar, desde que se respeite as opiniões, mesmo não concordando com elas".
Já o conheço a bastante tempo (concordamos e discordamos muito sobre alguns temas relacionado ao cangaço, se não fosse assim não faria sentido pesquisar, era só dizer "amém" para tudo que já escreveram) para saber que você respeita as opiniões alheias. Foi justamente isso que eu quis reforçar.
Não se trata de ser a favor ou contra Sila, mas sim discutir a história em várias perspectivas. É claro que ela teve sua importância para história, a prova é que se não tivesse não estariamos aqui falando dela. Mas vamos deixar o debate para o dia 06/12.Teremos muito a aprender.
Outros personagens virão e tenha certeza, despertarão polemicas também.

Abraço

Angelo Osmiro
Fortaleza-CE

Aderbal disse...

É isso ai Presidente. Jogamos no mesmo time. Aderbal Nogueira

Anônimo disse...

Mas a que horas mesmo a volante de João Bezerra atravessou o São Francisco e conseguiu "falar" com Pedro de Cândida? E na conversa com Maria, porque foi omitido o detalhe que não eram apenas duas cangaceiras? E porque Zé Sereno não pôs mesmo a sentinela, se ele tinha certeza que o cinzano tava envenenado? No mais, lembremos que eles estavem - não em um descampado, mas - em um local de mata fechada e adensada. que não dava para se ver uma luz muito ao longe. A questão talvez não seja o adjetivo "mentirosa" - duro e desnecessário, mas não confiável. E pos diversos motivos, assim como Zé Sereno.